Edifícios em Ex-Ticosa

Descrição

O projecto localiza-se na cidade de Como, Itália, a sul do Lago de Como e junto ao Cemitério Monumental, na área denominada por Ex-Ticosa. Trata-se de uma antiga área industrial em processo de requalificação urbana, de grande importância pela sua localização numa das principais portas de acesso cidade, Via Napoleana, com ligação a Milão. Os edifícios desenvolvidos são três, inseridos numa operação urbana de grande escala que propõe a integração deste território na cidade – através de um programa plurifuncional, esquematicamente constituído por uma enorme plataforma de cinco pisos de estacionamento enterrado (5.000 lugares) coberto por zonas verdes de acesso público sobre a qual se implantam os edifícios com usos de habitação e comércio, entre outros.Dado a proximidade à cidade histórica, procurou-se que cada edifícios possuisse uma identidade própria, análoga a uma operação urbana de pequena escala feita no tempo por diferentes actores por oposição ao que a escala da intervenção parece sugerir. Assim, dois deles, que se interligam entre si através do embasamento comercial, embora dialoguem formalmente, diferem na sua materialidade construtiva. Um deles é em pedra branca e vidro, mais sóbrio, e o outro em tijolo preto e aço, de revereberação industrial. As fachas viradas a poente e aos jardins, são compostas por terraços revestidos a madeira, e possuem uma pele retráctil em aço galvanizado que garante a adequada protecção à incidência solar no interior, ao mesmo tempo que confere uma qualidade mutante ao edifício. As coberturas são revestidas em zinco e assumem-se como uma casca protectora, com diversas incisões de acesso à luz, que denunciam vida no seu interior.O terceiro edifício limita a sul a operação que remata de uma forma mais icónica. Apresenta-se como um “T” cortado, revelado o miolo do objecto, isto é, de um conjunto de plataformas-terraço que interliga os dois volumes numa empatia tipológica a Terragni na casa Rustici. As suas fachadas são revestidas com painéis de betão, concedendo ao edifício uma solidez que é afirmada na subtracção materica geradora dos vãos. Na cobertura, os jardins e piscinas conformam um espaço de estar onde é ambígua a relação entre interior e exterior, procurando estabelecer uma conexão visual com o Lago, a Spina Verde e o centro histórico.

Ficha Técnica

Dono de Obra
AM - MDC Multi Development Corporation, SA
Localização

Como, Itália

Projecto
2006 - 2008
Arquitectura

ARX Portugal, Arquitectos lda.

José Mateus

Nuno Mateus

Colaboradores

Paulo Rocha, Stefano Riva, Sónia Luz, Sofia Raposo, Gonçalo Azevedo, Ruben Arend, Bruno Gonçalves, Ricardo Guerreiro, Diogo Curveira Santos, Nicolas Burckhardt, João Dantas