Museu de Gijón

Descrição

O projecto apresentado pela ARX Portugal (em parceria com a Chapman Taylor España) para o concurso do Museu de Gijón ficou hierarquizado em segundo lugar, sendo no entanto posteriormente excluído por falhas documentais.O concurso pressuponha a criação de um complexo museológico na cidade asturiana de Gijón, reabilitando o antigo convento barroco das Recoletas Agostinhas, ocupado desde o século XIX por uma fábrica de tabacos.A proposta da ARX cria um ‘poliedro temporal’, no qual se reconhece o passado, as contingências vividas pelo edifício até aos dias de hoje, através de uma intervenção assumidamente contemporânea.Considerando que este é também um projecto urbano, o museu é mais que um Museu da Cidade, é um Museu-Cidade, aberto aos fluxos urbanos, aos programas e aos tempos. Permite um percurso entre o tecido urbano, a praça do museu e o parque sobre o Cantábrico, até à escultura Elogio del Horizonte de Eduardo Chillida.

Ficha Técnica

Dono de Obra
Município de Gijón
Localização

Plaza del Periodista Arturo Arias Gijón, Spain

Concurso
2010
Área

8.591 m2

Arquitectura

Chapman Taylor España

Consultor de Design

ARX Portugal, Arquitectos lda.

José Mateus

Nuno Mateus

Colaboradores

Sofia Raposo, Miguel Torres, Ricardo Guerreiro, Fábio Paulo, Ana Fontes, João Dantas, Filipe Cardoso

Arquitectura Paisagista

Luis Asencio Vázquez

Estruturas e Patologia de Edifícios Históricos

OTEP Internacional

Instalações Técnicas Segurança Sustentabilidade

Grupo JG

3D

Perseu Mandillo