Rossio de Aveiro

Descrição

O Rossio de Aveiro encontra-se no limite do núcleo histórico da antiga cidade medieval, num espaço de transição entre o contexto natural e urbano, entre o sapal e marinhas e a cidade compacta.

Charneira de um contexto natural estruturante da própria imagem da cidade, com os canais da ria que penetram a malha urbana consolidada permitindo a drenagem e a comunicação por barco, o campo do rossio está localizado ainda hoje na interface entre a cidade e o domínio público marítimo e constitui, conjuntamente com outros espaços, uma frente ribeirinha da cidade, terreno de importância estratégica entre a cidade e as actividades e transportes.

Lugar público, largo e fruído, associado desde sempre a uma certa informalidade, o Rossio assume-se como principal palco de acontecimentos da Cidade, de reunião e encontro por excelência da população.

A intervenção no Rossio tem como primeira estratégia a restruturação de um importante espaço para a cidade aliando a amenidade urbana ao equilíbrio com a situação ecológica matricial de suporte e envolvente à cidade.

Pretende-se requalificar a vivência urbana na relação com ria, nas suas múltiplas funções urbanas e ambientais, paisagísticas e turísticas, sociais e económicas, através da criação de espaços verdes transformando o canal num corredor verde arborizado interligando ecologicamente o centro da cidade com o seu contexto natural periférico. Procura-se uma relação onde a água e a vegetação arbórea estabeleçam um diálogo forte, capaz de criar zonas amenas de estadia e circulação junto à ria, promovendo o uso humano em contacto com o canal.

Esta proposta de intervenção no Rossio determina espaços distintos, entre os quais uma grande área multifuncional pavimentada onde se podem localizar variados eventos culturais, uma área de jardim onde se localizam uma casa de chá e esplanada e o recreio infantil, uma área verde contígua ao esteiro com uma orla de vegetação arbórea que faz a interface entre o esteiro/canal e a área aberta multifuncional , uma nova área arqueológica das fundações da Capela de S. João e um parque de estacionamento subterrâneo que com a eliminação da quase totalidade da oferta de estacionamento à superfície permitirá uma redução do tráfego automóvel.

Ficha Técnica

Dono de Obra
Câmara Municipal de Aveiro
Localização

Aveiro, Portugal

Projecto
2018-2019
Obra
2021-
Área

26.000 m2

Arquitectura

ARX Portugal, Arquitectos lda.

José Mateus

Nuno Mateus

Colaboradores

André Pires, André Luís, Rodrigo Veloso, Dinis Ricardo, João Alves, Eduardo Medina Sousa, Sandy Henriques, Alessandro Brunelli, Marcelo Cardia, Luísa Martinho, Paulo Rocha, Zalmai Levrat

Estudo Geotécnico, Fundações, Estruturas e Instalações

Sondagens do Oeste, S.A.

Estudos de tráfego e procura de estacionamento

Engimind | Consultores em Mobilidade e Transportes

Arqueologia

F. S. Arqueologia

Arquitectura Paisagista

Traços na Paisagem

Fundações e estruturas, instalações

SAFRE, Estudos e Projectos de Engenharia, Lda.

Visualizações e 3D

1825 empreiteiros digitais